Como emitir nota fiscal eletrônica – Machado Corrêa

Como emitir nota fiscal eletrônica


emissão-de-nota-fiscal
Como Emitir Nota Fiscal Eletrônica


Mais o que é uma Nota Fiscal eletrônica? A princípio temos que entender o funcionamento, conceito e o passo a passo. 
A Nota fiscal eletrônica é um arquivo digital que tem o teor de substituir as Notas Fiscais tradicionais emitidas por uma gráfica autorizada. Mas para ter validade esta deve ser autenticada através de um Certificado Digital uma espécie de assinatura da empresa informando que é legal aquele documento fiscal. 


Como emitir uma nota fiscal 

Este certificado deverá ser adquirido por Autoridade Certificadora credenciada por Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileiras (ICP Brasil), contendo o CNPJ do estabelecimento ou matriz.
1º Passo adquirir o certificado digital A-1 

O Certificado Digital possui dois tipos o NFe e o E- CNPJ,  a diferença que o primeiro tem a função exclusiva de emissão de notas fiscais ideal para quem tem funcionário onde poderá ser emitido em seu nome, e o e-CNPJ com mais informações só pode ser emitido pelo seu responsável legal. Terminamos aqui o primeiro passo que é adquirir o certificado digital A1.
2º Passo Credenciamento junto a Secretaria da Fazenda
Nesta fase a empresa não poderá ter nenhuma pendência na Secretaria, salientamos que a partir da solicitação das Notas fiscais eletrônicas depois de finalizado todo o processo, o estabelecimento não poderá emitir as notas através do método antigo tradicional, por talões. Caso ainda tenha notas antigas este deverá desfazer-se destes documentos fiscais.Voltando aos passos de autorização das NFes, a empresa candidata entra em fase de teste do ambiente virtual onde poderá realizar testes, esta fase recebe o nome de ambiente de homologação, poderá emitir notas, cancelar, experimentar o funcionamento. Logo após essa fase vem a do ambiente de produção onde se efetua finalmente e está apto a emitir as NFe. 
 Há diversos benefícios o envio de notas fiscais eletrônicas como por exemplo:
-Diminuir os erros de escrituração 
-Redução de custos no envio de documentação
-Redução da armazenagem dos documentos fiscais 
-Dispensa de obrigações acessórias como o AIDF
-Redução de tempo de parada dos caminhões em postos fiscais e outros
- Diminuir erros de apuração e cálculo do imposto  

São diversos os benefícios, sem dizer que esse vai ser o caminho daqui para frente, o digital chegou para fiscalizar mais de perto as empresas e agilizar as operações do dia a dia.

Nota fiscal para MEI

Obs. A Nota Fiscal Eletrônica não é obrigatória para microempreendedores Individuais e alguns varejista, entenda que a obrigação são para contribuintes do ICMS (Imposto de Circulação de Mercadoria e Serviços)

  Caso fiquem com alguma dúvida entre em contato conosco, até mais.