Ter ou não ter sócio, eis a questão. – Machado Corrêa

Ter ou não ter sócio, eis a questão.

sociedade-socio-ter-ou-nao-ter

Vou abrir uma empresa e de repente aparece uma outra pessoa que se conectou com a ideia, e topou investir com você, um sócio. Mas em primeiro momento parece ser algo fácil, é procurar um Contador e pronto! Vamos firmar a sociedade e realizar o contrato social. É melhor parar, e refletir sobre o que está acontecendo. Muitas empresas decretam falência por não planejar antes esse momento, culpa nossa, do ser humano, que por muitas vezes se torna muito ansioso. 


Existem etapas a respeitar e a decisão em ter um sócio pode ser uma das mais importantes. A pessoa candidato tem que ter valores e objetivos iguais ao seu, o coletivo tem que se sobressair a frente do individualismo, sempre.  Agora não confundir com habilidades pessoais, sugerimos que sejam diferentes e que se complementem. Orientamos que se faça uma manual de procedimentos para firmar cada papel dos sócios, e descrever quais são as etapas caso sai um dos sócio lá na frente, afinal a empresa não pode parar. Quem responde e se responsabilizam por quais matérias dentro da empreendimento, isto tudo documentado e assinado. Existem vantagens e desvantagens em ter uma sociedade, uma delas é o poder compartilhar, trocar ideias a respeito de responsabilidades e problemas rotineiros da empresa, até mesmo em questões legislativas se torna mais barato no inicio da empreitada. Assista abaixo o vídeo que retrata sobre o assunto sociedade e o fato de ter ou não sócio:





A sociedade depende muito do relacionamento humano e a melhor maneira é formalizar esse tipo de relação, deixando bem claro os papéis, etapas ou orientações a ser seguidas. Outros fatores é a legislação brasileira ainda muito complexa.

Grande Abraço.